Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Vida nova para Moçambique

Após a descoberta em Abril de 2016 de uma dívida até então oculta no valor de $1,4 mil milhões, correspondente a 10,7% do produto interno bruto (PIB) de Moçambique que, combinada com o impacto da depreciação da taxa de câmbio, levou a um aumento substancial nos rácios da dívida e dos encargos com o serviço da dívida.

Ainda assim, as autoridades moçambicanas estimam que a economia poderá crescer cerca de 5,5% em 2017, estando dependentes da estabilidade macroeconómica e da retoma da confiança junto dos investidores. Embora com uma estimativa mais conservadora, a Economist Intelligence Unit (EIU) da revista britânica “The Economist” considera que a economia de Moçambique vai recuperar já este ano e crescer 4,2%, depois de no ano passado ter registado o valor mais baixo dos últimos quinze anos.

Em declarações prestadas, a unidade económica prevê que “ … depois da redução do crescimento, em 2016, com o valor mais baixo dos últimos 15 anos, o PIB vá recuperar ligeiramente, para 4,2% em 2017, alicerçado quase exclusivamente no sector dos minerais”, mormente através da indústria do carvão que deverá registar um crescimento significativo devido “…aos preços internacionais mais firmes, à procura relativamente robusta na Índia (o principal mercado exportador moçambicano) e aos esforços das companhias mineiras em 2015 e 2016 para aumentar a produtividade”.

Continuar...

Oportunidades de investimento Moçambique 2017

Na nossa última newsletter abordamos o cenário macroeconómico para 2017, marcado por diversos desafios mas também envolto em optimismo na melhoria da situação do país. Prosseguindo no âmbito desta temática gostaríamos de salientar medidas concretas do Plano Económico e Social onde existe um potencial de criação de oportunidades de investimento, que vão desde o sector da energia e da água à indústria e infraestruturas.

Continuar...

Encerramento do ano económico de 2016 e perspectivas para o próximo ano

No passado dia 19 de Dezembro, dia do encerramento do ano económico em Moçambique, o Governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, projectou um crescimento económico de 5,5% e uma inflação de 14% para o próximo ano.

Continuar...

A Nova Política de Emprego

O Conselho de Ministros aprovou recentemente uma nova Política de Emprego, cuja principal tónica está colocada na redução da pobreza em Moçambique. Com efeito, não obstante o desempenho económico do país apresentar um saldo francamente positivo nos indicadores dos últimos anos – o que em parte se deve à natureza do crescimento económico, assente em projectos de grande envergadura oriundos do estrangeiro –, é um facto que mais de metade da população ainda vive abaixo do limiar da pobreza.

Continuar...